BackButton

O projeto Head Rock Wines e, recentemente, Quinta Serra d’Oura, nasceu em 2007 com a compra dos terrenos que hoje acolhem as vinhas e que passam para as nossas uvas a tipicidade tão única deste terroir. Dividida em duas fases (2008 e 2009), os cinco hectares, que outrora tinham sido também vinha e que se transformaram em vegetação selvagem, deram lugar aquela que é a aventura vitivinícola que hoje chega ao mercado. Entre toneladas e toneladas de rocha granítica, quartzo e saibro, algumas áreas da propriedade são completamente inexploráveis devido à presença de grandes maciços rochosos. Depois de ultrapassada a movimentação de terras foi tempo de decidir quais as castas que melhor se adaptariam a este sítio tão especial: Alvarinho, Gouveio, Touriga Nacional, Touriga Franca, Tinta Roriz e Syrah. Tudo isto acontece entre os 450 e os 700 metros de altitude. Nas cotas mais altas os brancos (com exceção para uma parcela de Alvarinho na cota mais baixa) e os tintos nas cotas mais baixas. A essência do projeto resume-se em duas ideias: produzir vinhos sempre com foco na qualidade em detrimento da quantidade e passar, da forma mais fiel possível, aquilo que o magnífico e único terroir de Vidago têm para oferecer.

 

Produtores: Carlos Bastos e Rita Ferreira